Usos e possibilidades de documentos no ensino de história.

Código M05

Responsável pelo Minicurso:

Hilton Meliande de Oliveira – Professor Doutor CAp-UERJ.
Larissa Costard – Professora Doutora CAp-UERJ.
Leonardo Padilha – Professor Doutor CAp-UERJ.

Objetivos do Minicurso:

O Ensino de História, suas reflexões, questionamentos e práticas nas últimas décadas, abarcam cada vez mais e com maior vigor, espaços acadêmicos e docentes. Desta forma, discutir e trabalhar as possibilidades dos usos dos documentos e sua relação com o Ensino de História, despontam como espaço para a reflexão e a ação docente integrando saberes e práticas. Seguindo a concepção utilizada por Circe Bittencourt, de que os documentos englobam os mais variados registros realizados pelas sociedades com o passar dos tempos, sua utilização, amplia, traz novas dimensões e questionamentos para a compreensão e entendimento do processo histórico. (Bittencourt, 2011, 353) Sendo assim, o Minicurso em questão, pretende trabalhar com três possibilidades de usos de documentos em sala de aula e sua discussão histórica.

Bibliografia:

  • BENJAMIN, W. Magia e técnica, arte e política. Tradução de Sérgio P. Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1987.
  • BITTENCOURT, C. (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 1997.
  • _______. Ensino de História: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2011.
  • CARDOSO, Ciro Flamarion, VAINFAS, Ronaldo (orgs.). Domínios da História: ensaios de teoria e metodologia. Rio de janeiro: Elsevier, 1997.
  • CHARTIER, R. O mundo como representação. Estudos Avançados. São Paulo: Universidade de São Paulo, v. 5, n. 11, p. 170-185, 1991.
  • FERRO, Marc. Cinema e história. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.
  • FONSECA, S. G. Didática e prática de ensino de história. Campinas: Papirus, 2003.
  • GOLDMAN, Wendy. Mulher, Estado e Revolução. Política da família soviética e da vida social entre 1917 e 1936. São Paulo: Boitempo, 2014.
  • KOSSOY, Boris. A fotografia como fonte histórica: introdução à pesquisa e interpretação das imagens do passado. São Paulo: Museu da Indústria, Comércio e Tecnologia de São Paulo, 1980.
  • _______. Fotografia & História. 2ª ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2001.
  • MAUAD, Ana Maria. Através da Imagem fotográfica: fotografia e história interfaces. Tempo, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 73-98, dez. 1996.
  • MURPHY, Kevin. “A História da Revolução Russa de fevereiro de 1917”.In: Revista Outubro, n.28, abril de 2017. Disponível em http://outubrorevista.com.br/wp-content/uploads/2017/04/08_Murphy_2017.pdf
  • _______, Kevin. “O movimento grevista pré-revolucionário na Rússia (1912-1917)”.In: Revista Outubro, n.21, abril de 2013. Disponível em http://outubrorevista.com.br/wp-content/uploads/2013/02/out21_04.pdf
  • _______, Kevin. “Podemos escrever a História da Revolução Russa? Uma resposta tardia a Eric Hobsbawn”.In: Revista Outubro, n.21, janeiro de 2008. http://outubrorevista.com.br/wp-content/uploads/2015/02/Revista-Outubro-Edic%CC%A7a%CC%83o-17-Artigo-02.pdf
  • NAPOLITANO, M. Como usar o cinema na sala de aula. 5. ed. São Paulo: Contexto,2011.
  • _______. História & Música: história cultural da música popular. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.
  • PINSKY, C. B. (org.). Novos temas nas aulas de História. São Paulo: Contexto, 2010.
  • PEREIRA, Lara Rodrigues. Ensino de História e narrativas cinematográficas subsidiando consciências históricas. UDESC 2012.
  • _________Abordagem didática do uso do cinema em sala de aula. UDESC 2012.
  • PESAVENTO, Sandra Jathay. História e História Cultural. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
  • RANZI, Serlei Maria Fischer. Cinema e aprendizagem em História. História e Ensino, 1998
  • SCHNEIDER, Graziela (org). A Revolução das Mulheres. Emancipação Feminina na Rússia Soviética. São Paulo: Boitempo, 2017.